segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Futebol Feminino

Desde muito tempo atrás, a mulher vem tentando buscar igualdade em vários fatores, um dos meios encontrados foi através do esporte, onde a mulher consegue se igualar e às vezes até competir com os homens, mas porque no futebol não é assim?


Apesar da influência significativa que o futebol tem na cultura brasileira, a figura da mulher se apresenta de forma tímida e oprimida, antigamente existia até uma Lei que proibia as mulheres a praticar futebol. Quando as mulheres resolveram "brigar" por igualdade e se agregarem ao futebol, este esporte já estava bem firmado pela sociedade machista e se encontrava em uma fase que o profissionalismo já havia sido aceito.

A história do futebol feminino, porém, mostra-se inversa à do masculino. Quando implantado, o futebol masculino pertenceu exclusivamente à elite, devido os recursos financeiros que eram requisitados para a sua prática, por falta de materiais específicos entre outras causas. Mas com as mulheres ocorreu o oposto: o grupo feminino sempre pertenceu às classes desfavorecidas.

Na maioria dos esportes em que as mulheres praticam, geralmente exibem sensualidade e graciosidade, como no futebol é praticamente impossível de acontecer isso pelo fato de ser um esporte “sujo”, onde todos ficam suados e etc., elas encontram muito mais dificuldade em relação a qualquer outro esporte.
Sem contar as intervenções médicas, que diziam que a mulher era sensível demais para um esporte com tamanho contato físico.
Hoje ainda não é possível afirmar que as dificuldades daquela época foram vencidas. Isto considerando que a sociedade ainda (mesmo que a idéia esteja começando a mudar) discrimina a mulher que mostra um interesse na prática. Isso só comprova como a cultura influencia nas discussões atuais.

Depois de muito tempo, muita luta, começou a profissionalização no Brasil, e mesmo assim foi muito difícil, visto que não há uma entidade forte que organize o futebol feminino e também não há investimento público nem privado. Nos EUA, o futebol é visto como esporte feminino, enquanto que em 1994 foi o vice-presidente quem entregou a Taça ao capitão da seleção brasileira, Dunga, e em 1996 foi o próprio Bill Clinton quem entregou a Taça pelo mesmo evento, porém feminino. O que não significa que a mulher é bem mais reconhecida lá do que é aqui nos esportes, frente que a mesma não tem vez no futebol americano e no beisebol, dois dos esportes mais difundidos nos EUA. A mídia também tem um pouco de culpa na situação atual, uma vez que não tem dado importância à atleta feminina tanto quanto ao masculino.

Mesmo com todas as dificuldades, a melhor jogadora de futebol feminino nos últimos 3 anos foi uma brasileira: Marta, recém contratada do Santos FC. E por falar em Santos FC, o único clube grande que está valorizando o futebol feminino são eles, e por ganharem a Copa do Brasil (O único torneio nacional digno da grandeza desse esporte) estarão na primeira Libertadores da América feminina, que será disputada em Santos – SP.

E enquanto a mentalidade da sociedade não mudar, as mulheres sempre terão dificuldade em conquistar seu espaço.


Beijos.

Caroline de Oliveira.

_____________________________________________________________________________________

Estamos participando do prêmio TOP BLOG, quem puder dar aquela forcinha, ficaremos muito agradecidos! É simples, basta clicar na imagem (abaixo), clicar em VOTAR, preencher os campos necessários, e depois confirmar voto pelo seu e-mail. Agradecemos desde já. Obrigado!




88 comentários:

FábioE§¢orpïão 10 de agosto de 2009 00:56  

Eu acho muito difícil que um dia o futebol feminino torne-se uma modalidade com popularidade sequer próxima à do masculino.

O futebol está associado á masculinidade, pelo menos entre nós, latinos.

De maneira geral, só lembramos dessas moças q jogam futebol, durante as olimpíadas ou jogos panamericanos - queremos q elas ganhem uma medalha.

No resto do tempo, todo mundo esquece até q elas existem.

Itamar (japa) 10 de agosto de 2009 00:57  

espero que logo os dirigentes dos clubes nacionais abram os olhos pra o futebol feminino... muiiito bom!!!

tipo as preliminares com um campeonato do futebol feminino seria bom eim!!!

Fionda o Shark. 10 de agosto de 2009 01:01  

a mulher quase nunca é reconhecida..mas uma coisa foi bem engraçasda..eu jogo no time de fetsal feminino da escola..e as minhas colegas de time levam as vezes os seus namorados nos treinos..e ai o sor brincando disse,antigamente tinha sempre a maria chuteira,mas agora és o mario tenis..tomara que isso possa muda algum dia e que as mulheres posam ser reconhecida por suas açoes :)

Abacate 10 de agosto de 2009 01:08  

Interessante esse post. Realmente, anos atrás não se poderia imaginar uma presença significativa como a que se tem hoje de mulheres no futebol. Machismo é só mais uma forma de preconceito, o mundo está cheio de preconceitos que tem que acabar. Mas o feminiso não me parece propor algo justo quando insiste que homens e mulheres são iguais em tudo. Acho que devem ter a mesma liberdade, mas não se pode ignorar as diferenças científicamente comprovadas de acordo com o gênero, seja biologicamente falando ou psicologicamente falando. Enfim, vamos torcendo pra isso mudar um pouco mais rápido até encontrarmos um equilíbrio saudável. Abraço

Carlos Alberto Mota Candreva 10 de agosto de 2009 01:21  

Concordo, a mentalidade precisa mudar, e futebol feminino precisa ser mais visado...

Carlos Alberto Mota Candreva 10 de agosto de 2009 01:22  

esqueci de comentar, a Marta joga mais que muito marmanjo..huashuashuas
http://candrevasblog.blogspot.com/

Abacate 10 de agosto de 2009 01:29  

Hey, mano. Então, Náufrago... O Tom Hanks é genial... mas só vale a pena ver o filme pelas cenas fantásticas com o Wilsom, já de antemão, rss... Tem cuma cena bem emocionante com o Wilson, e alguns detalhes interessantes sobre necessidades básicas do homem que não fisiológicas. Mas o fim do filme... acho que é pra deixar a gente de náufrago na história, hehe. Abraço!

Canto do Lufa 10 de agosto de 2009 01:46  

Na foto da seleção femininap arece a mascolina de 1994. A goleira é igual ao Tafarel.

As mulheres são capazes de fazer quase tudo que os homens fazem!

ßяuиσ ßuяgσ'ร 10 de agosto de 2009 01:48  

Só os nossos incopetentes dirigentes nao veem que essas otimas jogadores precisão de apoio, mas nao so na epoca de competiçoes importantes.

KGeo 10 de agosto de 2009 01:55  

mas qual é melhor jogadora de futbal de todos os tempos

Tcy Frank 10 de agosto de 2009 02:09  

A melhor jogadora é a Marta.

Tcy Frank 10 de agosto de 2009 02:09  

A melhor jogadora é a Marta.

Tcy Frank 10 de agosto de 2009 02:09  

A melhor jogadora é a Marta.

Tcy Frank 10 de agosto de 2009 02:09  

A melhor jogadora é a Marta.

Thais 10 de agosto de 2009 02:12  

Com certeza vai ser uma luta difícil.
Muitas pessoas acham feio até hoje uma menina/mulher jogando futebol ou outros esportes que "DIZEM" ser para homens. Por mais que falem, nós ainda vivemos em um mundo machista, lógico que menos do que antes, nós mulheres já chegamos um um lugar agradável para a gente, só que não é o suficiente. Outra coisa que acontece muito no futebol feminino, é falar que elas gostam no mesmo sexo, e com isso a sociedade acaba não deixando suas filhas que querem jogar futebol por esse mito e não dando o espaço que elas merecem.


www.curteae.blogspot.com
E
www.speciallkay.blogspot.com

Siguilita 10 de agosto de 2009 03:09  

muito cativante a mensagem q antecede o comentários...
entao, acredito que a questao futebol/mulher tenham relaçao com a cultura machismo etc, entretanto, é apenas uma questao de interesse, no momento em que a midia se fizer disposta a dar visibilidade para a modalidade feminina a sociedade (quantos ades) por seu lado vai aceitar passivamente e quiçá respeitar o futebol feminino tanto quanto ao masculino...

Lih...Amarante 10 de agosto de 2009 03:12  

O texto traz algumas informações bem bacanas.
Apresenta um panorama geral sobre o esporte e tal.
Mas, um detalhe me intrigou um pouco:
"por que a mídia tem culpa nisso?"
"ñ existiriam outros mecanismo?"
Abraço

Rafa 10 de agosto de 2009 04:49  

Eich, eu gosto muito de ver as mulheres nos mundiais. A selecçao do Brasil além de jogar bem tem mulheres lindas ^^.

Mas sim vai ser muito dificil esta luta.

Fabio Bustamante 10 de agosto de 2009 06:18  

acho que não é só no futebol que as mulheres têm menos espaço, mas nas profissões em geral. Um ponto positivo é que isso vem mudando, e as mulheres vem tendo cada vez mais oportunidades. A Libertadores de futebol feminino pode ajudar a popularizar o esporte entre as mulheres, e melhorar a divulgação, atraindo patrocínio e mídia. Marte e Cristiane são exemplos que o talento das mulheres muitas vezes supera os homens em atividades com pouca presença feminina.

www.bloguefabio.blogspot.com

raulengel 10 de agosto de 2009 06:31  

Mulherada hj em dia ninguem segura! apesar de nao ser muito fã de esportes, devo admitir que é um feito e tanto!
abraço

Allerson 10 de agosto de 2009 08:29  

Cara, eu acho mto legal futebol feminino que tem mostrado maior competencia que o futebol masculino, eu acho mais legal aidna pq a Marta morava a 10km de mim, muito legal. @_@

www.allersonblogger.blogspot.com

FAGGH® 10 de agosto de 2009 09:31  

o brasil semprefoi atrasado em tudo , só agora estão vendo as meninas do futebol com bons olhos.
abrç
www.celebritypoke.blogspot.com

Henrique 10 de agosto de 2009 09:36  

O futebol feminino ganhou muito espaço nos últimos tempos ... Mas a mentalidade desses dirigentes precisa mudar muito ... Temos a melhor jogadora do mundo, e isso parece que não inspira eles.

http://mundobizarro10.blogspot.com/

video_aulas_2009 10 de agosto de 2009 10:02  

O futebol feminino realmente nao tem vez aki no brasil naum! E vai demorar muito pra começar a ser reconhecido..

www.superterror.blogspot.com

luiz scalercio 10 de agosto de 2009 10:39  

cara eu queria a marta no palmeiras .

War Inside My Head 10 de agosto de 2009 10:43  

INFELIZMENTE NÃO TEM TANTO PRESTIGIO , COMO O FUTEBOL MASCULINO...

BRUNO 10 de agosto de 2009 12:28  

A urgência credceu devido ao talento individual de nossas jogadoras e as competições internacionais. Agora, nossos dirigente mal sabem cuidar do futebol masculino, vão saber cuidar do futebol feminino, que está em plena ascensão? Não acho que seja machismo o fato do futebol feminino ser pouco divulgado, acho que é incopetência msm.

Lucas Alsil 10 de agosto de 2009 12:40  

é aquela coisa, não quer contato?
joga volêi ué !

sequelanet.com.br 10 de agosto de 2009 13:26  

O futebol feminino ainda não é muito valorizado no Brasil. Depois dos prêmios e holofotes que a Marta recebeu, o futebol feminino ficou mais conhecido. Mas ainda falta muito a explorar. O que falta é derrubar o preconceito que existe no brasil em relação as jogadoras femininas.

Edimar Suely 10 de agosto de 2009 13:59  

Olá,

Tomara que um dia o futebol feminino ganhe ares de status, pelo menos.

Passando para conhecer seu belo e interessante espaço e desejar uma linda semaninha e muita paz em seu lar,.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha2.zip.net

Tcy Frank 10 de agosto de 2009 16:32  

Um dia, assistindo a uma partida pelas Copa do Mundo de Futebol Feminino, pude perceber o quanto o futebol femino é dotado de arte... Assim como era nos anos 60, 70 e 80a Seleção Masculina. Adoro as meninas! A Marta devia jogar no meu Vascão... Só assim ele volta para a série A.

Lucas Alsil 10 de agosto de 2009 19:04  

NOVIDADE MANO !
tem selo pra vc no meu blog hehe

pega la
abss

Fredye 10 de agosto de 2009 19:52  

nao temos tradiçao no futebol feminino por motivos "comuns" no Brasil , como a ignorancia(educaçao) levando assim ao preconceito de tal esporte...
Eh uma pena :/

Will 10 de agosto de 2009 19:53  

o futebol feminino esta crescendo mais só é lembrado no Brasil em tempos de olimpiadas ou copa feminina é preciso se criar uma estrutura melhor

www.ruivosuburbano.blogspot.com

Maria Lia 10 de agosto de 2009 21:00  

tem selo pra vocês, lá no blog.

http://maravilhosomundodelia.blogspot.com/

;**

dona_alice 10 de agosto de 2009 21:13  

Ai... eu já até escrevi isso hoje.
Minha paciência com futebol é menor que as partes intimas de um piolho.
Detesto futebol, sou preconceituosa mesmo, pra mim o futebol aqui é um retrato da nossa pobreza... é justamente por isso que o feminino nunca vai crescer. Aqui todo neguinho de favela faz uma bola com meia, aprende a jogar e se for descoberto fica rico.
Além de ser um esporte machista...

Vivian Pereira 10 de agosto de 2009 21:28  

Concordo plenamente com o que vc disse!! Infelizmente ainda em nosso país existe muito preconceito em relação as mulheres e mais ainda em mulheres jogando futebol, isso é nítido na própria mídia que explora a figura da mulher em todos os sentidos, mas não explora ela no futebol. Só vemos algo relacionando ao assunto, quando tem olímpiadas ou panamericano.

O Brasil é o país que dar mais valor a uma Mulher Melancia do que a melhor jogadora de futebol feminino...

Por esses motivos que muitas vezes me envergonho de ser brasileira!!

Aproveitando a oportunidade, eu criei há um tempo atrás no orkut uma comunidade "Minha filha será jogadora de futebol" hehehe... se quiser participar fique a vontade!!

Enfim... adorei seu blog e já estou te seguindo!! Faça uma visitinha tb no meu cantinho, com certeza vc irá gostar!!

Bjoss e ótima semana

escrevendoeupenso 10 de agosto de 2009 21:40  

A proximidade nunca vai existir. E não devemos culpar somente as pessoas que não investem.Eles só não valorizam de acordo com o pensamento do blogueiro, por não haver um retorno certo a eles. Além do mais , acho Futebol Femino( tirando excessões como Marta e Cristiane ) fraquíssimo

Mochileiro da Blogosfera 10 de agosto de 2009 21:59  

Opaw, Futebol feminino, isso sim é esporte de Macho!!!

Eu 10 de agosto de 2009 22:06  

legal bem bolado o blog

da uma moral ai no meu
http://princemorbido.blogspot.com

Hique 10 de agosto de 2009 22:09  

Não acho que futebol combina com mulher, mas...

Bender-desorganico 10 de agosto de 2009 22:23  

As mulheres jogam demaais, mas nao tem aquele senciacionalismo do masculino,mas ta tendo aceitação..

http://www.desorganico.com/
dominio registrado \O/
miniposts diarios.

Zoadao.blogspot.com 10 de agosto de 2009 22:29  

que mulher buscando igualdade oq

essa mulherada ai devia ta fazendo a comida dos caras q jogam futebol

AUHeuhAehAHUEAUEAUUAUHehuaUeAUH

paginasonline 10 de agosto de 2009 22:31  

Eu particularmente não sou muito fã de futebol...
Mas as mulheres nunca vão se igualar aos homens nesse caso!
BjOs^^

Thaty 10 de agosto de 2009 22:44  

Boooom... Apesar de ser uma área de crescimento, acho que outras mentes precisam crescer para que o futebol feminino tenha seu valor. Não só o futebol, mas tudo o que envolve a mulherada, mas enfim meu post tb fala sobre os direitos exagerados que as mulheres querem ter e se perdem no meio caminho, não que esse seja o caso... Bjos

Hique 10 de agosto de 2009 22:45  

cuidado com comentáriozinhos preconceituozinhos, sr. Vinícius Gabriel.

SERJAO_O_MARMANJJUS 10 de agosto de 2009 22:45  

realmente ainda falta muito a se conquistar. mas já tem um bom caminho andado.
pena que os grandes clubes não se mobilizam para que o futeba feminino seja melhor difundido no brasil.

Eu, Thiago Assis 10 de agosto de 2009 23:19  

logo no começo vc questinou como se só no futebol houvesse uma disparidade física entre homens e mulheres, mas assim:
creio q um jogo entre a seleção masculina contra a feminina de volei, por exemplo, tbm nao haveria uma igualdade..
até pq q marmanjo seria capaz de dar umas pancadas daquelas sabendo q pode acertar em uma das meninas e tal.

agora no que diz respeito à importancia do futebol feminino em relaçao ao masculino.. aí já seria uma mistura de preconceito e tradição:
o país tem tanta fama e está tão acostumado a um estilo de jogo do estilo masculino, que acaba não dando a mesma relevancia para o feminino, ou não se interessando em assisti-lo qnd não falamos da seleção em si.
é complicado, a luta delas talvez seja em vão.. acho dificil os dirigentes um dia respeitá-las e cuidarem do futebol feminino da mesma maneira q cuidam do masculino... infelizmente

Larissa 10 de agosto de 2009 23:58  

eeh tem muitas mulheres q jogam muito melhor q alguns homens por ai... hehuhuehueueehue

Dayane Pereira 11 de agosto de 2009 00:15  

Isso nos mostra como as coisas são diferentes beh, principalmente aqui no Brasil, acho que não vira o futebol feminino, pelo menos não como o masculino e tb não como nos States!!
Mas na verdade, num curto fut mesmo! Rsrsrs
E tem selinhos pra vcs no meu blog!
bjs

Carlos Alberto Mota Candreva 11 de agosto de 2009 02:07  

Já comentei aqui, e realmente a matéria ta show de bola ;P

http://candrevasblog.blogspot.com/

Felipe Luz 11 de agosto de 2009 02:33  

Desculpa ai mais para as mulheres, o ramo do esporte é uma area muito vasta...

É muito mais facil entrar para um time sendo mulher... Não tem concorencia...

Se vC estuda, Vai ao seu treinador e pergunte, sempre a vaga para garotas...

Enquanto nos homens disputamos com vários por uma vaga...

Tdos os Clubes tem um time feminino, se vc for ver... A Bastante vaga pra vC'S!

é só vC'S perçeberem e largar essa de discriminação e correr atrás...

Vamo sai do Salto alto Garotas!

Adoro assistir vC'S jogando... Futebol nem sei, mais basket volei e hand Feminino São ÓtimoS!

xD

http://srtajhennyxsrluz.blogspot.com/

Certas Coisas!|! 11 de agosto de 2009 02:57  

Eu acho bacana esse lance de futebol feminino, apesar de como vc sitou "a figura da mulher se apresenta de forma tímida e oprimida," mas com certeza se as mulheres que curtem o futebol na pratica lutarem conseguiram se destacar, inclusive tenho uma amiga que joga futebol e dou mó força...

Certas Coisas!|! 11 de agosto de 2009 02:58  

Eu acho bacana esse lance de futebol feminino, apesar de como vc sitou "a figura da mulher se apresenta de forma tímida e oprimida," mas com certeza se as mulheres que curtem o futebol na pratica lutarem conseguiram se destacar, inclusive tenho uma amiga que joga futebol e dou mó força...

╬ Nothing has sense ╬ Felipesfr 11 de agosto de 2009 03:27  

pois é..
muito foda essa questão de não permitir as mulheres os mesmos direitos... afinal, todos somos iguais...
e parabens pela premiação

FAGGH® 11 de agosto de 2009 07:29  

sucesso de comentarios !!!
abrç
www.celebritypoke.blogspot.com

infoerock 11 de agosto de 2009 07:52  

As mulheres vão dominar o mundo rsrsrs... acho que elas tem tanto talento quanto os homens, elas fazem com mais perfeição, usam mais a técnica e não como os homens que usam a pura força bruta...

Fábio Flora 11 de agosto de 2009 08:32  

É incrível como, mesmo com os bons resultados em Olimpíadas e Mundiais, com o sucesso de Marta, o Brasil ainda não tenha um campeonato nacional consolidado. Abraços e sucesso com o blog!

Allerson 11 de agosto de 2009 09:20  

Eu estava de férias na casa do meu primo que fica um pouco perto da cidade onde a Marta morava, ai ele falaram que ele estava na cidade @_@. Foi EMOcionante xD, mas infelismente quando agente chegou lá pra ver ela ela ja tinha ido embora -.- vai descepcionante.

www.allersonblogger.blospot.com

Naldinha Nunes 11 de agosto de 2009 13:31  

Antes esse desinteresse e preconceito fosse só com o futebol feminino, mas infelismente ainda existem pessoas de cabeças fechadas que acham que mulheres não podem exercer com grandeza cargos e atividades tipica do público masculino.

Lih...Amarante 11 de agosto de 2009 14:51  

minha replica.....rs
Assim como no esporte, outros mecanismo movimentam a mídia.
ATé os mesmos mecanismos, tais como: o campo empresarial, do marketing e até o governamental.
Ou seja, ela ñ age sozinha.
Já que é nitido que a mídia manipula e formaliza a opinião, acho que esse 'poder' que ela tem já estava decaindo.
E ela ñ tem margem de atuação nessa desvalorização do esporte feminino, em especial do futebol.
Acredito que a sociedade machista, ainda machista, tem mais representatividade.
Ou seja, ainda não concordo com essa parte do teu texto! rssss

Abração!

P.S: sou jornalista e joguei futebol por 4 anos!Eu sei dos dois lados! rssss

Rodrigo Araújo 11 de agosto de 2009 16:40  

Eu sempre prestigiei o futebol feminino, quer dizer, pelo menos o da Seleção né, que é o que a mídia mostra de vez em quando...

Realmente o Santos é o time brasileiro mais engajado na busca deste espaço pelas mulheres brasileiras.

Meu blog tá de endereço novo, peço que atualize o link ali na barra lateral, onde está Blog do Rô, por: Não, Senhor!!!

naosenhor.blogspot.com

Abraços

Gabriela Moura 11 de agosto de 2009 18:48  

sempre fui negação no futeba da escola, e acho a marta ligeiramente masculinizada.
as jogadoras nao tem a mesma graça das que jogam vôlei, por exemplo...
mas acho sim q falta incentivo no pais, pra apreciarmos a seleção feminina de futebol, tanto quanto a de vôlei, por exemplo.
no mais, eu adoooooro futebol, muito mesmo, e adoro acompanhar os campeonatos.
atualmente, estou numa depressão pela fase ruim do nosso Corinthians ¬¬

Kaory 11 de agosto de 2009 20:03  

Muito bom o texto!
Realmente, raramente vejo alguma coisa na tevê ou até no jornal sobre o futebol feminino.
Não sabia que iriam disputar uma libertadores, muito bom isso.. quem sabe ganham mais cobertura?

Guttwein 11 de agosto de 2009 20:10  

Uma pena que o futebol feminino não tem sequer 1/3 da mídia que o masculino tem!
Vejo o esporte ser praticamente renegado... é lembrado de tempos em tempos qdo a respectiva Copa do Mundo Feminina está em voga. E ainda assim, não é tão divulgada, não passa na tv aberta... muita falta de consideração!

Aliás, no Brasil, que tipo de esporte não sofre com falta de infra-estrutura não é mesmo? Quem tem patrocinio ainda vai, consegue montar uma estrutura...mas e quem não tem? : /

É uma questão de interesses, tanto do governo, como do Estado e até mesmo da população! Ja fui ver a inúmeros jogos de futebol feminino aqui em SP como no interior... e ver arquibancadas vazias é deprimente. Se houvesse mais interesse das pessoas, quem sabe a midia nõdesse mais foco não é mesmo? : D

Gabriel Ribeiro 11 de agosto de 2009 23:24  

Mas então, minha querida!

De fato, eu meio que confio mais no futebol feminino que no masculino.

Mas eu sou meio burro quando o assunto é futebol, então vou focar meu comentário no que eu entendo mais.

Eu não sabia que não tinha futebol americano e basebol pra mulheres. Tudo bem que eu nunca tinha visto um time feminino, mas também nunca me fez falta hehe.

Enfim, talvez seja um pouco machista da minha parte, mas pra certas coisas eu ainda prefiro ficar com a tradição. Eu até nem acho que seja machismo. Só acho que homens e mulheres têm certas habilidades diferenciadas. Por que cargas d'água um ser delicado como a mulher tem que se submeter à pancadaria que é um esporte de contato físico? Eu até torço, mas preferia que as mulheres fossem bailarinas. Como expectador, eu acho mais agradável aos olhos. Mas isso não significa que devia ser proibido nem nada disso. Só quero dizer que, se eu tiver que escolher entre assistir um jogo de futebol masculino ou feminino, eu escolho o masculino. E se eu tiver que assistir uma apresentação de balé masculina e outra feminina, eu vou escolher a feminina.

Beijo pra ti.
Abraço pro Vini.
Gabriel.

Berre 12 de agosto de 2009 12:36  

Ta fino seu blog, muito bom msm...
vamos fazer parceria de banner ?

Meu blog: http://historiado-psytrance.blogspot.com/

30 e poucos anos 12 de agosto de 2009 12:37  

O futebol femino está longe de ter os investimentos do masculino...esse é o gde problema

Adm. Marcelo Leite 12 de agosto de 2009 12:40  

Não é muito popular, apesar de existir uma grande atleta, Marta. Belo blog.

Fabricio bezerra da guia 12 de agosto de 2009 12:59  

A mulher hoje em dia consegue ir a qualquer espaço que quiser,só não conseguiu muito espaço no futebolpor que não quis.è claro que falta incentivo do governo e dos patrocinadores.Mas se as mulheres jogassem futebol comroupas sensuais ,com certeza haveria apoio dos homens ,e as mulheres iriam se interessar mais

bullshitrock 12 de agosto de 2009 13:11  

Nao sei pq o soccer feminino não pegou por aki ainda, em outros paises é tão forte =/

Deveriam ter ligas nacionais tal qual as masculinas

Tiago Dadazio 12 de agosto de 2009 14:44  

NAO CURTO MUITO...MAS TEM QUE INVESTIR..TEM MELHORADO BASTANTE NOS ULTIMOS ANOS A QUALIDADE DOS JOGOS!

Café Expresso. 12 de agosto de 2009 16:06  

É nessas horas que sinto orgulho de ser mulher.
As meninas ganham menos que os marmanjos e dão muitomais valor na camisa amarela que vestem...

Bota elas no lugar dos meninos, ai sim o Brasil vai jogar bola direito.

Café Expresso. 12 de agosto de 2009 16:06  

É nessas horas que sinto orgulho de ser mulher.
As meninas ganham menos que os marmanjos e dão muitomais valor na camisa amarela que vestem...

Bota elas no lugar dos meninos, ai sim o Brasil vai jogar bola direito.

juh s.e.p ϟ 12 de agosto de 2009 17:32  

"E enquanto a mentalidade da sociedade não mudar, as mulheres sempre terão dificuldade em conquistar seu espaço." disse tudo. enquanto existir o preconceito e a falta d infra-estrutura (não só no esporte)pro esporte feminino, não haverá um espaço pras mulheres.
eu creio que o esporte feminino ainda será muiito vaorizada.
belo tema Carol.
:**

Clube da Luluzinha 14 de agosto de 2009 00:02  

Marta!! minha conterranea.
Certamente um exemplo de determinação!!!
Viva à rainha

NIVALDO 14 de agosto de 2009 00:10  

Cultura pura!
Parabéns!

mediskina 16 de agosto de 2009 04:32  

Infelizmente,ainda temos uma sociedade machista que acha o futebol um esporte masculino e mesmo com as medalhas conseguidas nas Olimpíadas não houve quase nenhum incentivo ao esporte.
Mas com perseverança as mulheres conseguirão seu espaço!

Mediskina-Aqui a gente brinca mas ensina Medicina!
http://mediskina.blogspot.com

Lombardi* 16 de agosto de 2009 13:02  

acho que no caso do futebol feminino, elas deveriam serem mais valorizadas, pois o sonho da medalha olimpica no futebol ficou mais próximo com elas, os homens sempre decepcionaram. Não vou entrar nessa conversa de direitos exagerados que as mulheres querem ter pois isso é um outro assunto e pra outro post derrepente.

Cleber_mc 16 de agosto de 2009 13:52  

Ainda bem que meu Santos, pelo menos no feminino, está valorizando as jogadoras da brasileiras e fazendo com que o futebol feminino no Brasil seja digno. Agora temos duas jogadoras da seleção brasileira, que venha mais e mais
parabéns pelo post

Mitti 16 de agosto de 2009 15:39  

Tô bege
não sabia que a marta tinha sido contratada pelo Santos..

estou feliz com isso sabe?

Muito legal seu blog....ajuda a pessoas desinformadas como eu a ficarem antenadas!!

brigadinha Carol, muito bom o post mesmo!

Jeferson Assis 16 de agosto de 2009 16:01  

Mesmo a seleção feminina lotando o MARACANÃ na final do PAN, nem CBF nem o governo fizeram nada pelo futebol delas...
Isso sim é um desrepeito com quem veste a bandeira do país e não tem um
retorno merecido..

blogdojeco.blogspot.com/

Abraços....

Leandro Rocha 20 de agosto de 2009 08:35  

Se continuarmos com o futebol masculino deixando um espaço no coração dos torcedores, o futebol feminino tem tudo para não só alcançar seu próprio espaço, como tambem para assumir o papel de esporte principal.

Igor 27 de agosto de 2009 00:36  

Com toda a ginga dessa mulherada ... os brasileiros hão de abrir mais espaçopara elas sim...

Michell Niero 28 de agosto de 2009 18:56  

Numa sociedade patriarcal como a brasileira, fica difícil conceber que a mulher possa jogar um esporte majoritariamente masculino como o futebol. Esse tipo de preconceito tipicamente sulamericano vem sendo derrubado graças ao talento próprio de algumas jogadoras por aqui.

O problema é que não há profissionalização por aqui. A coisa anda muito devagar. Espero que com a libertadores feminina o futebol feminino consiga o público e o apoio financeiro que a modalidade merece.

um abraço

Pobre esponja 3 de setembro de 2009 01:51  

A Marta, se nascesse homem, não seria um Pelé, mas creio quue seria algo como o Maradona. Joga muito a menina!

abç
Pobre Esponja

Thais alves 10 de agosto de 2011 23:58  

Thais Alves - pooh hoje em dia somos mais valorizadas sim a midia acho que tbm tem um pouco de culpa pelo simples fato de todos os jogos femininos passarem em canais desconhecido, pq nao aparecemos no canal mais olhado 12 somos as vezes sim excluidas pq como todos dizem e no jornal mais comentado Diario gaucho pq nao saimos ? isso tudo nao tem explicação somente que a comunidade as vezes é machista sim e como todos temos sonhos eu tenho o meu de ser jogadora e vo conseguir quer os omens ou naa;

  ©Template by Dicas Blogger. - Alterado por Vinicius Gabriel. - S c h r a u b l e s - No ar desde 01/06/2009.

SUBIR