segunda-feira, 29 de junho de 2009

Psicologia Forense

Uma das profissões que mais cresce no Mundo (nem tanto no Brasil) é a Psicologia Forense, vai ser a profissão que vou seguir, pouca gente sabe qual a finalidade dessa profissão tão bela que é pouco explorada. Que tal saber um pouco? Então vamos lá.

Psicologia Forense ou Psicologia Jurídica é uma divisão da Psicologia juntamente com a área do direito Criminal.
Ainda pouco conhecida e pouco utilizada no Brasil, é uma área que procura atribuir um perfil psicanalítico dentro da criminologia. Também podem ser aderidos os termos: Psicopatologia ou Psicanálise Forense.
Dentro dessa área podem ser estudados casos de:
- Perversão;
- Transtornos de Personalidade;
- Psicopático e sociopático;
- Personalidade anti-social;
- Personalidade criminosa;
- Personalidade borderlaine;
- Transtorno explosivo de personalidade;
- Transtorno de conduta;
- Seriais Killers e
- Crimes sexuais.

Para se formar em Psicologia Jurídica é necessário que se faça o curso tradicional de Psicologia e se especialize com uma Pós Graduação, também pode se chegar nessa especialização através do Direito, porém com algumas restrições e caminhos mais longos. Portanto, é preciso conhecer Leis também para poder atuar neste campo.
Este ramo está desde 1970 tentando abrir caminhos para que seja utilizada com freqüência, infelizmente só é bem utilizado nos Estados Unidos e na Europa, onde sempre tem um psicólogo junto com a polícia para ajudar a desvendar casos.
Dentro do Brasil, um dos casos mais recentes que precisou da ajuda de uma Psicóloga Forense foi o caso Lindemberg.
Um psicólogo forense pode dar seu auxilio de diversas maneiras, dentro das áreas acima ele pode auxiliar, por exemplo, em acompanhar depoimentos de crianças que são testemunhas de crimes, analisar se o crime foi por causa de algum transtorno que a pessoa possa ter, se a cena do crime é típica de psicopatas e até os lugares onde o crime possa ter ocorrido.
É FATO também que nem todos acreditam que a psicologia e o direito possam caminhar juntos, nem todos os advogados gostam de ter um psicólogo no caso, pois podem “atrapalhar” em uma decisão baseada somente em Leis, hoje em dia é comum juízes tomar como base o relatório psicológico antes de chegar a uma conclusão.
Mas, também é FATO que quanto mais ajuda, melhor. E se nos EUA, e na Europa dá certo, porque não no Brasil?
Acredito que para se chegar a Justiça é preciso ter a Psicologia e o Direito atuando lado a lado para se chegar num consenso do homem e seus conflitos.

E você, acredita neste novo caminho para se chegar a uma decisão justa?


Caroline de Oliveira
___________________________________________________________________

Estamos participando do prêmio TOP BLOG, quem puder dar aquela forcinha, ficaremos muito agradecidos! É simples, basta clicar na imagem (abaixo), clicar em VOTAR, preencher os campos necessários, e depois confirmar voto pelo seu e-mail. Agradecemos desde já. Obrigado!



52 comentários:

Tevez 29 de junho de 2009 00:21  

É Legal acompanhar os CSI da vida pra ver como essa profissão é importante... sempre achei legal, apesar de não servir pra mim, pena q no Brasil não seja visto dessa forma...

Ana Paula Moreira 29 de junho de 2009 00:24  

Acho essa profissão muito bacana. Adoro os seriados do estilo C.S.I. Assisto sempre e acredito que esse trabalho é fundamental para a resolução justa dos casos. Concordo com o Tevez, aí em cima, é uma pena que no Brasil não seja tão valorizada.

Thaís C. 29 de junho de 2009 00:25  

gostei dessa profissão...
mto interessante... sempre quis estudar as causas do "anti-socialismo", tbm pq acho q sou meio assim... lol

:**

http://thayumi.blogspot.com

Dario (Pateta) 29 de junho de 2009 00:42  

Uma profissão interessante, meio "Kit-Tudo", estuda muitas áreas da convivência humana em sociedade, mas deve ser interessante estudar certos pontos disso, por exemplo, o que se passa no cérebro de um Serial Killer é uma coisa que me intriga desde que fiquei sabendo da existência deles.

Edilaine 29 de junho de 2009 01:02  

Nossa se prepare q lidar com mentes normais já é dificil imagine com mentes criminosas!!!
Boa sorte na carreira... acho q vai precisar!!! rsrs

Vinicius Gabriel 29 de junho de 2009 01:52  

Muito bom amor.
Minha namorada linda tá escrevendo tão bem! rs

É uma profissão pouco valorizada mesmo.
E vamos nos completar, vc me acalmando com sua psicologia, e nós comendo do bom e do melhor com a minha nutrição! heheheh

Beijos

Andressa Serena 29 de junho de 2009 01:57  

Acho legal que por ser algo tão pouco divulgado aqui no Brasil, sempre que ouvimos falar sobre algo do tipo iremos comparar com seriados e até mesmo filmes americanos - onde essa técnica de psicologia realmente faz parte do desvendar de um crime e da pesquisa sobre os integrantes, as intenções... É impossível não fazer esse tipo de análise! Logo, terei que admitir que quando comecei a ler o texto também me lembrei de CSI, hahahaha! Muito legal a sua escolha! Desejo muito sucesso e muita dedicação nos estudos - porque isso com certeza é algo que não vai poder faltar ára atingir esse objetivo! Tudo de bom, Carol! (:

Andressa Serena 29 de junho de 2009 01:58  

Acho legal que por ser algo tão pouco divulgado aqui no Brasil, sempre que ouvimos falar sobre algo do tipo iremos comparar com seriados e até mesmo filmes americanos - onde essa técnica de psicologia realmente faz parte do desvendar de um crime e da pesquisa sobre os integrantes, as intenções... É impossível não fazer esse tipo de análise! Logo, terei que admitir que quando comecei a ler o texto também me lembrei de CSI, hahahaha! Muito legal a sua escolha! Desejo muito sucesso e muita dedicação nos estudos - porque isso com certeza é algo que não vai poder faltar para atingir esse objetivo! Tudo de bom, Carol! (:

Clip Emoção 29 de junho de 2009 02:28  

boa sorte ! que seja feliz..

Rodrigo Selback 29 de junho de 2009 12:12  

Será q neste rumo também seguem as séries com temas forenses??

O grude 29 de junho de 2009 12:40  

Massa a profissão é bem útil para a justiça brasileira, porém os advogados não gostam pq sabem que pelas leis é mais fácil burlar e livrar o seu cliente.

29 de junho de 2009 12:40  

Bem interessante essa profissão, mas é preciso gostar mesmo da coisa p/ fazer. Tem que ter muito sangue frio p/ encarar tudo, coisa q eu ñ tenho de jeito nenhum! Blog mto bom, só não gosto muito do fundo preto, dificulta a leitura... mas o resto está ótimo!
Beijos

Tiago Dadazio 29 de junho de 2009 13:06  

BEM INTERESSANTE!
VOU TER NA FACUL..MAS SOBRE COMPORTAMENTO DE CONSUMIDOR..

PanPum Flûor 29 de junho de 2009 13:21  

muit bom!

eu achei complicadinho, mas pra quem tem cabeça né

o/

• Belle • 29 de junho de 2009 13:34  

Parece ser uma profissão bem legal, eu gostei obrigada por falar dessa profissão que não á tão divulgada, sucesso com o blog ;)

Anônimo,  29 de junho de 2009 13:48  

profissao interessante, eu desconhecia ate entao

Nadacriativo 29 de junho de 2009 14:26  

Oi...

primeiro obrigada pelo comentario la no meu blog...HAHA

agora sobre o seu...
muito interessante sabia...eu nem sabia da existencia dessa psicologia..haha
mas achei muito legal....eu adoro psicologia..
e adoro saude mental...acho super legal....
enfim...

agora todo mundo já conhece ..
heuahahha

=]


http://nadadecriativo.blogspot.com

Beijão !

Rodrigo Campos 29 de junho de 2009 14:29  

Sou bacharel em direito e uma das materias que mais me chamaram atenção dentro do curso, foi exatamente psicologia e psicologia forense, creio que é uma cadeira muito interessante dentro do meio acadêmico.

Mas enquanto nossa policia resolver os crimes por meio de botinadas e a "quadrada" no meio da bunda ou dentro da boca do cidadão delinqüente, não teremos muito espaço para a dita profissão, fora o preconceito e o corporativismo que terás que enfrentar de pessoas do meio.

Mas parabéns, continue estudando, doutore-se, torne-se Livre Docente, mas isso na pratica não pega no Brasil.

Bebela ,Cindy e Jôsy 29 de junho de 2009 14:46  
Este comentário foi removido pelo autor.
Bebela ,Cindy e Jôsy 29 de junho de 2009 14:48  

A psicologia é fantástica! admiro quem faz e essa area é interessante!
parabens!

Paçoca 29 de junho de 2009 17:16  

Viuxii, acho que eu to precisando de Um psicologo florence, tô mal o_O.

Muito bom o Post! Abração Paçoca!

Domo-Kun 29 de junho de 2009 20:12  

Grrrrrrrrrrrrauuuuuuuuur


profissão do caraleo, mas a minha é bem melhor u-u

graur

Larissa 29 de junho de 2009 21:15  

eu ja tinha ouvido fala dessa profissão, mais pela televisao mesmo, achei muito legal e interessante :)

Camila Penha 29 de junho de 2009 22:27  

Realmente eu não conhecia esta profissão, ela é uma otima profissão, siga em frente mesmo, vale a pena ...
Sucesso para ti ..

The Lorean 30 de junho de 2009 14:12  

aehuaeae.. mexer com criminoso?!!
ta eh doido!

nem a pau!

flwww

Blog da Satine 30 de junho de 2009 14:25  

nao so acredito q traria justiça aos julgamentos como penso q me deria bem na profissão!rs

mas falando serio, assim como tem muito bandido solto por ai temos muitos inocentes pagando caro por falta de pericia tecnica (decadente no Brasil) e demais artificios...

The Lorean 30 de junho de 2009 14:39  

eahueahaeeaea.. eu tava zuando vei
c eh parceiro

o IE tbm da pau no meu blog.. e nem sei consertar!!

flwww

Carlos 30 de junho de 2009 14:53  

Eu nunca tinha ouvido falar sobre Psicologia Forense, passei a saber um pouco sobre ela agora através do seu blog, achei bastante interessante, a partir de hoje passarei a acompanhar mais o seu blog, e estudar um pouco sobre o assunto.

Obrigado pela informação e abraços.

http://marketing-interativo.blogspot.com/

Edu Bachiéga 30 de junho de 2009 15:10  

Profissão difícil.
Acho válido sim ter um profissional na area da psicologia para avaliar as condições mentais do individuo julgado. Creio que desta forma eles serão encaminhados para instituições coerentes aos seus problemas.

Thiago - No Mundo Agora 30 de junho de 2009 18:37  

Robert Pattinson com cara de gay? ih, fala isso pra um monte de meninas que sonham em levar uma "mordida" do cara. É, o filme tem cara mesmo, só vendo pra saber hehe. te mais e vlw pelo o comentário.

Guttwein 30 de junho de 2009 20:33  

Saudações Coloradas Vini!! rsrs ta chegando o dia hein!
----------------------------------
Então Carol...
O legal de psicologia é o leque de opções que essa facu te dá pós formada...

Psicologia Clínica; Psicologia Hospitalar; Psicologia Organizacional; Psicologia Esportiva; Psicodrama; Psicoterapia corporal; Psicomotricidade; Ludoterapia; Hipnose; Grafologia; Psicopedagogia e a que você escolheu como carreira, a Psicologia Jurídica.

Se escolheu isso por amor, está no caminho certo, e o interessante é que será muito bem remunerada fazend oaquilo que realmente gosta! Juntando esses dois fatores, tem tudo para ser uma excelente profissional... nada como ganhar bem e ainda fazer aquilo que realmente gosta!
Boa sorte caríssima e bons estudos... a estrada é longa, mas o retorno é indescritível! ; )

carlos mendes 1 de julho de 2009 00:18  

meu a forense é muito legal, mas tem que estudar pra caramba fisica, quimica tudo isso tem que tem um olhar perspectivo absurdo, um filme que tem um personagem legal sobre o assunto e o roubando vidas que a angelina jolie é uma forense e deita nas covas das vitimas para saber como elas morreram o filme é muito bom

Manfris Melo 1 de julho de 2009 00:44  

Adorei o teu blog!!!

Parabéns!

Megumi ~ 1 de julho de 2009 01:17  

Eu me interesso bastante por esse ramo! Não pretendo seguir carreira, mas, me interesso muito mesmo. Boa sorte pra você!

Gabriela Moura 1 de julho de 2009 01:23  

pois é, eu admito ser ligeiramente cética em relação a isso pq criminoso comigo é na vara curta, rapá!
memso assim, tem sempre o outro lado da historia, e nao da pra misturar um esquizofrenico com um cara mentalmente normal, ainda que ambos tenham cometido crimes similares, creio...
e nao me manda dormir pq eu nao consigo dormir antes das 3 xD

Raphael Campos Máximo 1 de julho de 2009 01:38  

Imaginava que existia algo assim no ramo da psicologia só não sabia o nome exato. Achei muito interessante e por ser uma área não tão seguida aqui no Brasil como você mesmo citou acredito que irá se dar muito bem... Sucesso!

Ketty *Férias prolongadas* 1 de julho de 2009 01:39  

nossa de verdade gostei muito desse texto , eu já tinha ouvido falar de usar pisicologos juntamente com a policia pra ajudar em algumas coisas e também sabia que aqui no Brasil isso é bem pouco conhecido . só não sabia que chamava Psicologia Forense,inclusive vi o uso deles no caso da menina que matou os pais a do Lindemberg.
acho super interessante o uso da pisicologia nesses casos não pra amaciar pro lado dos criminosos o que alias muita gente se aproveita pra fazer em algumas ocasiões ,mas pra realmente entender a mente dessas pessoas , eu tenho muito disso de sempre querer saber mais e achar que nunca é suficiente (talvez desculpa de uma curiosa nata ) mas a verade é que eu acho que me daria bem nessa profissão , enfim boa escolha pra você . pena que o mercado ainda é tão pouco explorado
veja também
http://kettydss.blogspot.com/

Wander Veroni 1 de julho de 2009 12:35  

Acredito sim que é uma profissão em expansão e até tem mercado para isso. Sou jornalista e sempre que vou ao fórum ou uma delegacia especializada tem um psicológo e um assitente social de plantão. Esses profissinais acompanham muitos casos e sempre nos fornecem uma visão diferenciada e analítica do ocorrido.

Abraço

culturadinamica 1 de julho de 2009 12:44  

Boa!!! Precisamos de pessoas assim. No Brasil isso ainda não funciona pq a galera lá de cima gosta de ver o circo pegando fogo com os criminosos soltos.

Blog: Cultura Dinâmica - www.culturadinamica.wordpress.com

Ketty *Férias prolongadas* 1 de julho de 2009 14:27  

Não precisa agradecer só fiz um comentaria na altura do seu texto , muito bom mesmo . agradeço a você pela visita no meu blog e pela atenção . vou procurar mais sobre essa profissão quem sabe eu nao me encontro nela ?

Richard 1 de julho de 2009 14:34  

Vini!
Você poderá aprender muita coisa entrando nesse blog.
Antes eu tb não entendia nada de html, mas esse blog deu uma virada em minha vida blogueira, ahehae!
www.dicasblogger.blogspot.com

mattbra 1 de julho de 2009 14:38  

excelente post!
a parapsicologia é algo que me chama bastante a atenção também, mas como ainda não penso em faculdade, é algo a ser pensado com mais calma.


mattbra - http://masturbacaomental.wordpress.com

Renan 1 de julho de 2009 18:30  

Sempre gostei de Psicologia acho interesante essa profissão não me intereso muito pela Psicologia Forense, o meu unico medo é usarem os
trastornos psicosomáticos como forma de desculpa para certos crimes.
Mas enfim muito bom kurti muito esse texto parabéns!

Plugado 1 de julho de 2009 19:22  

Obrigado pela dica dessa porfissão visite meu blog quando puder
http://fiqueplugado.blogspot.com/

nikki 2 de julho de 2009 20:53  

nossa, adorei! eu jah pensei emfazer psicologia forense, ha uns anos atras meu sonho era fazer psiquiatria e trabalhar no FBI /abafaocaso
mas agora eu decidi por cinema mesmo

http://voltoem5minutos.blogspot.com/

kbritovb 2 de julho de 2009 22:50  

os advogados não gostam pq sabem que pelas leis é mais fácil burlar e livrar o seu cliente. [2]

Junior 2 de julho de 2009 23:38  

Interessante o fato que foi abordado. Eu nunca me daria bem como Advogado, mas eu seria um bom Psicólogo. De fato, hoje há mais convergência nas profissoes. É posssível ter uma formação e trabalhar em diversas áreas, é possível ter mais de uma formação, para ter sucesso em uma área específica.

já que o fato é sobre o Direito aqui vai meu texto sobre a modernização do Direito Penal:http://www.apostoladoshema.com/2009/06/como-igreja-catolica-modernizou-o_29.html

Ben Oliveira 3 de julho de 2009 22:23  

Muito Legal!!
:D
Boa sorte no seu curso!
É uma área super interessante e que deveria se expandir no Brasil...

Lucas Alsil 9 de julho de 2009 13:51  

sério que tu quer tra,par com psicopatologia tbm =0

meu sonho maano! hahahaabifo

turmadoloid 11 de julho de 2009 18:16  

legal, boa sorte pra você no seu curso, é um ótimo emprego

interclassesjm 12 de julho de 2009 01:49  

muito bom blod=g, parabens

Anuska - nicchoanuska@hotmail.com,  2 de agosto de 2009 11:03  

Também faço Psicologia para seguir essa profissão Caroline, estou no quarto período e pretendo fazer pós em Psicologia Forense, e quem sabe viajar aos EUA para fazer uma especialização por lá.
Boa sorte com sua profissão, vou tentar entrar em contato com você para trocarmos informações pode ser??
Beijos e parabéns pela escolha e pelo Blog.
Beijos!

  ©Template by Dicas Blogger. - Alterado por Vinicius Gabriel. - S c h r a u b l e s - No ar desde 01/06/2009.

SUBIR